♥ © Copyright ATENÇÃO! Todos os textos aqui são de minha autoria. Caso queira copiar, não esqueça de levar meu nome junto, conforme a Lei nº9.610. Plágio é crime. Cite a fonte! ♥

sábado, 30 de julho de 2011

Com o mesmo coração.


Não quero escrever palavras tortas, sem sentidos
Não quero algo sentimetal desta vez
Não quero dizer coisas que podem causar emoção
Coisas que arrancam suspiros ou até mesmo lágrimas
Nem quero causar uma boa imprensão poética
Pois você já estragou todas minhas rimas
Bagunçou todas as minhas idéias.
Eu só quero dizer o que sinto
Apenas o que sinto
Quero pôr pra fora o que aperta e causa essa dor
Dor essa que tira meu descanso
Que já me fez arrancar cabelos e gritos
Eu apenas sinto sua falta
E sentir sua falta me deixa sem sono
Fazendo meus olhos se fecharem no cansaço
E durmo. Mas é com você que eu sonho
Sonho e acordo aos nervos
Não aguento mais te ver em todas os lugares
Todos os lugares que minha mente possa estar
Eu quero você comigo
Isso basta pra você?
Eu poderia fazer vários poemas e até canções
Mas nem consigo fazer ritmos pra vc
Não soaria bem, não sairia.
Mas o que importa a melodia?
Não interessa como ela seria
Eu quero você.
Só preciso que você me ouça
Pois não consigo gritar mais alto
Você calou minha voz no seu silêncio
Apenas me atenda e eu serei
Serei aquela que te acompanhará aonde você for
Não como uma sombra, mas como uma alma unida a sua
Então vem
Vamos caminhar enquanto você decifra o que sinto
Não importa mais que horas são
Só sinto sua falta e espero você aqui
No mesmo lugar, com o mesmo coração.

Luciana de Mira

© Copyright ♥ ATENÇÃO! Ao copiar, coloque meu nome como autoria, conforme a Lei nº9.610. Plágio é crime. Cite a fonte! ♥

Nota: Este poema dedico
à uma querida,
e eu sei que ela vai vencer.

4 comentários:

  1. Passando pra deixar um beijo e desejar um domingo maravilhoso.

    Beijos
    Ani

    http://cristalssp.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É muito bonito mas demonstra um aperto tão grande no coração.. Espero que esteja tudo bem contigo. Vais ver que tudo passa, basta dar tempo ao tempo. *

    ResponderExcluir
  3. Poema profundo, e mesmo se dizendo não expressar emoção está carregadinho de sentimentos...
    Muito lindo minha amiga!

    PS. Amiga querida, perdoe-me por minha ausência aqui com você, perdi minha mãezinha, "ela se foi para sempre", e isso me deixou bastante desnorteada, causando meu afastamento do mundo virtual por algum tempo.
    Mas adoro você, viu?

    Carinhos muitos pra ti.
    Beijos de flor
    Suelzy

    ResponderExcluir
  4. Oi Marisa! :) Este poem não dz respeito a mim, é dedicado a uma amiga. Obrigada por gostar. Beijos!

    ResponderExcluir

♥ Obrigada por comentar! Comentarei de volta somente se seu blog não tiver verificador de palavras :)

Volte sempre! ♥

Luciana Mira ♥

"Se você me lê será por conta própria e autorrisco." (Lispector)